O que é o coaching?

Olá!

Além de médica, eu sou coach de saúde e trabalho fazendo atendimentos online exclusivamente de coaching, num processo no qual apoio mulheres que desejam ter mais autoconhecimento, repensar hábitos e modificar comportamentos de forma flexível e respeitando a própria individualidade.

Porém, nem todas as pessoas conhecem essa estratégia. E algumas criaram um certo estranhamento com ela. Ou, de verdade, tem aquelas que já estão de saco cheio de ouvir falar em coaching e podem achar que é mais uma invenção desnecessária. Ou não gostam de um trabalho com nome em Inglês, já que, afinal, a gente fala Português, né?

Tudo bem, eu entendo. De verdade, entendo mesmo tudo isso. Então vou contar um pouco sobre como funciona a MINHA prática de coaching e por que escolhi esse método:

Antes de tudo, quero que saiba que o coaching é um processo de aprendizado e crescimento pessoal, através da criação de uma parceria, com o objetivo de gerar mudanças positivas e sustentáveis em sua vida, de acordo com suas próprias intenções e seu ritmo.

Não é mágica e muito menos a solução para todos os problemas do mundo, combinado? Combinado.

Eu realizo esta prática porque me identifiquei com sua abordagem simples e direta, em que me sinto muito mais próxima de quem trabalha comigo, e porque me identifico com a proposta de troca de experiências, conhecimentos e descobertas em conjunto.

Durante o coaching, com o meu apoio, espero que você se sinta confortável para aprender mais sobre você, repensar situações, explorar seu potencial, descobrir outros pontos de vista, incorporar novos hábitos e ficar mais confiante sobre a sua capacidade de escolhas e decisões.

Por levar em consideração sua individualidade e sua realidade atual, acredito que o meu trabalho de coaching é capaz de te ajudar a evoluir a partir de onde você se encontra exatamente agora, focando as energias justamente em promover mudanças e crescimento no momento presente.

Quem é você agora? O que você quer? O que você acha que poderia te ajudar a ter mais bem-estar? Quais são as suas ferramentas? O que falta para conseguir o que deseja?

Juntas, nós exploraremos as possibilidades e descobriremos o que funciona e o que não funciona para você, desenvolvendo estratégias personalizadas e construindo um caminho de crescimento pessoal que é só seu.

É importante lembrar que nos atendimentos online, que são exclusivamente de coaching, não estarei atuando como médica, e que não é possível nem permitido realizar consultas médicas via internet. Por isso, não realizarei diagnósticos, prescreverei medicamentos ou farei qualquer outra ação exclusiva da prática médica durante o processo. Da mesma maneira, em nenhum momento do meu trabalho, online ou presencial, prescreverei dietas ou exercerei outras funções exclusivas de nutricionistas ou profissionais de outras áreas.

Como coach, eu te ajudarei a explorar todo o conhecimento e as ferramentas que você já possui, assim como contribuirei com novas informações, experimentos e recomendações, buscando tornar esse seu caminho mais simples e interessante. Além disso, você poderá contar com a minha ajuda para te lembrar das motivações e dos objetivos que te levaram a iniciar o trabalho, assim como de quais são suas intenções e planos.

Não esqueça que todo este processo é baseado em um compromisso que você estabelece consigo mesma e com o seu crescimento.

Não vou te prometer nenhum resultado milagroso ou transformação mágica. Como qualquer outro processo de autoconhecimento e crescimento pessoal, o coaching exige dedicação e disposição, mas prometo que vou tentar deixar toda a experiência leve e divertida. De verdade mesmo, até porque eu também não gosto de coisas pesadas e cansativas.

Esta foi a forma que encontrei para poder realizar este trabalho com mais pessoas, através da internet, e torná-lo mais acessível. Isso não significa que ele sirva para todo mundo ou mesmo que eu sou a profissional adequada para trabalhar com você! Por isso, estou à disposição para conversarmos, caso tenha interesse em trabalhar comigo e queira saber mais. 🙂

Ah, e, se você não quiser chamar de coaching, não precisa. Pode chamar de treinamento. Ou só de acompanhamento. Ou colocar um apelido. De verdade, faz o que achar melhor!